Os escolhidos

Fomos escolhidos

Não para viver

As dores e tristezas deste tempo

Mas para transformá-las

Fomos escolhidos

Não para sonhar

Com um emprego que explora e mata

Mas com o trabalho que cria e cura

E os bons momentos de preguiça

Fomos escolhidos

Não para amar

As mercadorias e os dinheiros

Mas os seres vivos e as lembranças

Fomos escolhidos

Não para chorar

Pelas frustrações socialmente produzidas

Mas pelas alegrias

Minhas, suas, nossas, delas e deles

Fomos escolhidos

Não para lutar

Pelo básico para sobreviver

Mas pela utopia.

GABRIEL MIRANDA nasceu no dia 1º de março de 1994, no município de Natal – RN. Diz ele que não se descobriu poeta, mas foi descoberto. Pouco tempo depois, em 2020, publicou seu primeiro livro de poesias pela editora d3srazão, intitulado “Escritos de amor e outros versos”. Anticapitalista e apaixonado pela vida, Gabriel ama as letras, as artes e os povos. Por isso, luta por uma vida melhor, para si e para o mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s