Três poemas

Ana Yanca

À meia-noite

Aborto no terreiro

um sol de se banhar

o corpo inteiro

rasgo um olho

no centro da testa

metade de mim é

fauno a outra é poeta


ANA YANCA (Porto Velho-RO) é graduada em Letras Português, mestra com bolsa concedida pela CAPES em Estudos Literários pela Universidade Federal de Rondônia, atualmente cursa especialização em Filosofia Contemporânea pela Faculdade de Montes Claros, MG. Provoca tertúlia e rútilo com as curandeusas da palavra no Dossiê LiterAmazônicas e no Circuito literArtístico serpente d’aura cósmica. Poeta com poemas publicados em revistas, jornais, antologias impressas e digitais. Estreou em podcast através da Revista Desvario e é colaboradora na Revista Cassandra.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s