Tanta saudade

Sandra Modesto

Sempre que me lembro de Ana ela está bem ali. Esticada no sofá. Sumida ao esfregar

das coxas grossas impostas no corpo feito tela moderna.

Ana era assim. Aparecia às vezes. Debruçada em devaneios.

O meu amor por Ana. Os abraços. Passeios pelas praças. Gente no mesmo espaço.

Cheiro de natureza. Agora tá tudo forte.

Há histórias meio roucas ainda. Há histórias inesquecíveis. Pessoas diferentes.

Pela varanda da casa, eu observo os vizinhos. Bato palmas, reaprendi a sorrir.

Chamo Ana. Reencontros tão sonhados.

Ruas enlouquecidas com pessoas se olhando de perto.

Juventude pelos bares. Notícias novas. Sem demasia.

O caminhar é a pé.

Eu ainda estou aqui. Ana também.

Dançamos. Gritamos felicidade.

Pele, pernas, risos. E a gente pode gozar.


Sandra Modesto tem 60 anos. Nasceu e mora em Ituiutaba, MG. É graduada em Letras, pós-graduada em Educação e professora aposentada. É autora dos livros “Tudo em mim é prosa e rima” (Editora Autografia) e “Acenda a Luz” (Editora Kazuá). Tem textos incluídos em três antologias e publicações em revistas digitais e impressa. É membro do coletivo Mulherio das Letras, cronista no site Crônica do Dia e escritora no site Corvo Literário. Considera-se uma aprendiz da vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s