Sem título

Felipe Leal

I.

Vi a gota se eriçar

em pé, insurgida,

e descender. Nobre

pingo que era

havia nascido na testa de sentimentos

de mamãe

cujos desassossegos e cossenos

santos mereciam os céus, além

do emprego de costura.

Quantas vezes debaixo da gota

deito,

pensando em sentimentos

maternais

nas minhas costas.

II.

É do maior alívio

anal

passar despercebido, como garça,

entre os amantes. Sem palavras. 

Fazer dos homens bonitos estacionados desatentos fugazes

pássaros para a vida

para a vida

para tal.

Para tal,

jamais abro eu

palavras.


FELIPE LEAL nasceu em Campina Grande (PB). Crítico de cinema pela revista Cinética e pelo periódico eletrônico Multiplot!. Astrólogo de formação e de espírito. Doutorando em Comunicação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, com interesses, pesquisas e traduções nas áreas de encenação, performance, filosofia, literatura e dança. Vindo-a-ser escrevência, todos os dias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s