O espírito da formiga

Lorraine Ramos Assis

o formigueiro é uma eterna

esfera de moureja

de um trabalho penoso de organização hierárquica

pequeninos animais que se sacrificam

em prol de uma rainha, uma autarquia de

uma terra para cair morto

com o adiamento do prazer, a espécie acumula meios de sobrevivência

para servir

à uma matéria orgânica que ilusoriamente pensam recriar

dizem que nossa relação é funcional apesar de meu encarceramento

cerceamento de minha autonomia para fisgar

um símbolo monetário de autossacrifício

como uma formiga mártir

remodelando o mundo, mas sem devida liberdade

pois você me encarcera

na estrutura arquitetônica

que criei, remodelei e destruí

para cuspir na terra agora improdutiva

‘’cuspir no prato em que comeu’’

em poucos meses estarei com meu caminho semi-pavimentado

da abundância que almeja a falsa liberdade, mas apenas

readapta a insegurança de uma terra para cair e me sepultar

igual no dia em que eu sentei no formigueiro,

comi suas formigas após deixar

minha saliva em suas antenas

(sempre tão atentas, iguais a você)

e as rasguei

como uma criança sádica,

criança pentelha

criança do tipo humano inseguro,

algo inerente ao seu desenvolvimento

eu destruí o formigueiro em que tanto coloquei meus esforços comensuráveis

fui contra o espírito do autossacrifício para um fim admirável, porém ilusório

de uma relação funcional

diferente das formigas, sabotei tudo

não lavei o prato em que as matei

e cuspi


LORRAINE RAMOS Assis é uma artesã do caos. Nascida no ano de 1996, no período do grunge, escreve para tirar a sociedade da inevitável zona de conforto. Estuda Sociologia, na UFF. Publicou nas revistas Diversos Afins, Ruído Manifesto, Aboio, Vício Velho e Subversa. Integrou na antologia Ruínas, da Editora Patuá.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s